Livro nº 2 – 10 Dias Para Ensinar o Seu Filho a Dormir, Filipa Fernandes

Fernandes, Filipa (2014) 10 Dias Para Ensinar O Seu Filho A Dormir: A Esfera dos Livros.

1º Resumo (23 Novembro 2020) – pág. 1 a 44

Filipa Sommerfeldt Fernands especialista em ritmos de sono e propõem neste livro um método para fazer com que os bebés durmam o máximo de horas seguidas durante a noite, sem ou com o mínimo de despertares possíveis. Identifica os erros mais comuns e diz como corrigi-los. Este livro é dirigido a pais que pretendem aprender mais sobre o sono dos bebés.

O primeiro capítulo fala sobre o choro. A autora deixa bem claro que o choro é a forma dos bebés comunicarem e que apesar de não se dever deixar os bebés chorarem até a exaustão, como alguns treinadores de sono defendem, admite que o choro vai fazer parte do processo que a autora vai propor. Isto porque, afirma, é importante Às vezes não fazer nada e observar até que eles se acalmem, de modo a que os bebés encontrem uma forma de se acalmarem sozinhos.

No segundo capítulo fala sobre os erros mais comuns dos pais. Como por exemplo: adormecer o filho ao colo, com o biberão, a amamentar, no carro, etc. Basicamente, adormecer o bebé com a ajuda de uma muleta. Alerta que a forma como os pais encaram as alterações que a autora vai propor, vai influenciar o comportamento dos filhos.

Ao longo do livro vai apresentando casos de bebés que recebeu em consulta, com as causas mais comuns e possíveis soluções. Alguns com sucesso e outros sem sucesso.

Livro nº 1 – Experiência do Usuário em Interfaces Digitais, André Grilo

Grilo, André (2019) Experiência do Usuário em Interfaces Digitais, Natal: SEDIS-UFRN.

1º Resumo (23 Novembro 2020) – pág. 1 a 22

Este livro foi escrito por André Grilo, Coordenador de Design na Superintendência de Informática, de Natal – Brasil. O seu propósito é apresentar os conceitos e reflexões em Design e Tecnologia, aos estudantes de Design e Tecnologia da Informação e aos profissionais que se interessam sobre a experiência do usuário no desenvolvimento de interfaces.

O primeiro capítulo é direccionado ao tema Experiência do Usuário, ou como é conhecido UX (User Experience). Este termo foi popularizado pelo cientista cognitivo Donald Norman e visa simplificar o conjunto de fatores que envolvem o usuário aquando o contato com um produto, serviço ou ambiente. Uma coisa que o autor deixa bem claro, é que a experiência do usuário pode acontecer quer no meio digital, quer no mundo real, uma vez que se baseia na interação entre um indivíduo e um objeto/aparelho, mediada por uma interface.

Também é claro que o sucesso de muitos produtos e serviços está relacionado com a parte tecnológica e com a forma como a experiência do usuário foi pensada. E a Experiência do Usuário pode ser observada e medida não apenas antes da sua implementação, mas sim através da observação e avaliação antes, durante e depois das experiências.

A relação entre design e UX

Sobre este tema, o autor diz que a experiência do usuário com um produto é afetada diretamente pela forma como este é planejado e concebido, isto é, o seu design. E fala da importância da concepção do design de um produto, uma vez que está a propor uma interação para a concretização de um objetivo, tarefa ou resolução de um problema.